Paulistinização do RJ

Já vi algumas reclamações a respeito da Paulistinização do Rio de Janeiro. Começou com “mano” e com “rolê” e agora passa pelo momento “mantenha-se do lado direito da escada rolante pro mano que tá atrasado no rolê passar em paz”. Não acho problema nenhum parecer São Paulo ou qualquer outro Estado (do Brasil ou do…

Mulherão 9

Achou que não ia ter sessão Mulherão essa semana? Achou errado, otárix! Temos como protagonista dessa vez a cineasta Juliana Milheiro. A Ju é graduada em Cinema e Vídeo e tem mestrado em Roteiro para cinema TV e outras mídias – curso feito na Escócia, onde morou por alguns anos. A Ju tem um coração lindo,…

Quem dá mais?

Já escrevi aqui sobre como a culpa atinge as mulheres. O exercício diário de tentativa de “Lerigou” se intensifica pela minha experiência como madrasta. É frequente o questionamento interno se estou fazendo tanto quanto deveria e se estou fazendo o certo. Adiciono as neuras com os julgamentos que imagino receber do meu ciclo e tenho…

Mulherão #8

Essa semana escrevi sobre intolerância, em como as pessoas insistem em se meter na vida alheia e impôr suas opiniões. É pertinente então, que na mesma semana, sejamos bem afrontosas mesmo e a sessão Mulherão retrate a Manoela Menandro. 26 anos, nascida e criada no Rio de Janeiro, travesti, ex-estudante de Jornalismo e Letras, formada…

Síndrome de pombo

Se um dia eu tivesse o poder de mudar uma das piores características do povo brasileiro, dentre tantas, eu mudaria essa necessidade ferrenha em se meter na vida alheia. É uma tal de cagação de regra que nunca vi igual. E é isso, junto de uma formação cristã entranhada na nossa cultura, que faz com…

Mulherão #7

Hoje a “sessão Mulherão” traz a Mar Ferreira. 31 anos, atriz, produtora, maquiadora, sonhadora. A primeira vez que a vi, ela estava dançando, sorrindo, falando, impondo sua presença com seu cabelão. Hoje ela tem cachinhos curtos mas não menos imponentes. Ama música, moda, astrologia, gente, Paris, suas cores, sua história, sua arte, seu tempo. A…

Gay Ok

O reality show Queer Eye for the Straight Guy (algo como “Olhar Gay para um Homem Hetero”) foi um programa americano que estreou em 2003. Nele 5 rapazes gays, cada um com sua expertise, ajudam um hetero em diversos aspectos de sua vida. Criança viada que sou, assistia o programa com a formação antiga, mas a…

Luta ou luto

Meu coração não se cansa de ter esperança diz a música. O meu cansa. É desses cansaços que precisam ser vividos, como um luto. Em dias como esse, a gente se ilude dizendo que não há mais coração. E há. Sempre há. Vivemos dias tão estranhos, em que os assassinos estão livres, nós não estamos….

Mulherão #6

Hoje é Dia Internacional da Mulher. Um bom dia para lembrar que: uma mulher foi assassinada a cada 2 horas no Brasil em 2017. Foram 4473 homicídios dolosos, sendo 946 feminicídios; temos um salário mensal 23,5% menor que dos homens; A expectativa de vida de uma mulher trans no Brasil é de 35 anos; no…

As 10 piores coisas de estar casado

Há alguns anos escrevi as 15 piores coisas de estar solteiro. Agora que meu status mudou, resolvi escrever as 10 piores coisas de estar casado, buscando em pessoas com o mesmo status, os problemas da vida a dois: 1. Intimidade é uma maravilha, mas também pode ser bem ruim. Peidar na cama, ver o outro…

Agente somos inútil

Conheci a D. através de amigos em comum. Acompanho a sua luta diária no diário público que é o Facebook. Ela é formada em jornalismo, gay, favelada, envolvida com movimentos culturais que levam a diferença pra comunidade e inúmeras vezes relata a impossibilidade de sair de casa pra trabalhar/estudar porque o tiro tá comendo. A…

Desesprego

Estou prestes a completar 5 meses de desemprego. Não comecei a trabalhar muito cedo, mas desde que comecei, não me recordo de ter ficado tanto tempo procurando sem conseguir de fato um emprego. E o que esse tempo “parada” me fez perceber é que o trabalho é um motivo a mais para reclamar e tornar…